Apresentação

CONGRESSO INTERNACIONAL DE CONTROLO DE INFEÇÃO, CICI2022

As Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde (IACS) e o aumento da resistência dos microrganismos aos antimicrobianos (RAM), são problemas relacionados e de importância crescente á escala mundial. Dificultam o tratamento adequado do doente e são causa de significativa de morbimortalidade, prolongam os internamentos e agravam os custos em saúde, inviabilizam a qualidade dos cuidados e são a principal ameaça à segurança dos cidadãos.

Nenhum país e nenhuma instituição prestadora de cuidados de saúde pode ignorar as implicações destas infeções e o seu impacto nos utentes, nas unidades de saúde e na comunidade. Nem todas as infeções associadas aos cuidados de saúde são evitáveis, todavia, cerca de um terço das IACS são, seguramente, preveníveis.

De acordo com o PPCIRA (2018), projeções internacionais estimam que se não forem adotadas medidas mais efetivas, por volta de 2050 morrerão anualmente cerca de 390.000 pessoas na Europa e 10 milhões em todo o mundo, como resultado direto das resistências aos antimicrobianos.